terça-feira, 28 de abril de 2009

Na Prisão de Caxias

Dizia-me uma colega ter ouvido o seguinte comentário nas reuniões onde aparecia.: Ah, é então bibliotecária, que simpático...Mas diga-me :como é isso de ser bibliotecária? Pergunta a que ela respondia invariavelmente. "É sobretudo uma questão de dinheiro e de poder". " A GOOGLE E A BIBLIOTECA UNIVERSAL," In Le Monde diplomatique, versão portuguesa de Abril de 2009.

Sim... e enquanto houver estrada para andar nós vamos continuar! E prometemos ser rápidos com as obras!

domingo, 26 de abril de 2009

Em Abril não há "Moscas" no City Lights


Abril foi mês de várias comemorações no SL em Portucalis às quais nos associámos.
E com mais ou menos problemas não só informáticos lá estivemos presentes. Acontece que para além destes existem outros de ordem pessoal que nos impedem de levar a sessão de segunda-feira no dia habitualmente combinado, a última de cada mês. E porque sexta-feira é 1º de Maio, a sessão vai ser definitivamente adiada para o final do mês. Pedimos desculpa a todos os nossos leitores mas "O Deus das Moscas" do William Golding vai esperar por dias mais calmos.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Serão as mulheres mais benevolentes?

Olha..fui à procura do horrível e deparei com este teu video. Voltamos sempre ao local do crime... de onde parece que nunca saímos...mas acredito que sim.Fokas

Cultura organizacional em O Senhor das Moscas (Parte I)

Por quê?
Porque achas que o deus da vadiagem vai fazer de ti um santo?
Não deixou morrer já o Sebastião Alba e o Luiz Pacheco?
A sério...se as mulheres existissem apenas
para baratinar os chuis.
Nós podiamos de novo ter três olhos azuis!
E quem sabe...um dia até voltar a
Amar.

Lord of the Flies - the beast as metaphor

Quelqu'en m'a dit...

terça-feira, 7 de abril de 2009

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Amigos da Onça...

Com um pouco atrasado é certo, mas cá ficam as minhas impressões da última sessão do CL.

“O velho que lia romances de amor” teve direito a quizz, umas perguntinhas sobre o livro que demonstraram que toda a gente tinha feito o trabalho de casa. Foi uma inovação sobre a qual gostaria de ter opiniões.

Quanto ao habitual debate que se seguiu, pareceu-me mais consensual que os anteriores, o que não é surpreendente.

Toda a gente se comove com um velho que lê romances de amor.

Ninguém pode deixar de abraçar a causa da defesa da Amazónia contra a ganância do homem branco.

Todos riem com a cena do dentista anarquista e com a figura suada do “Babosa”. Ninguém pode deixar de condenar e reconhecer essa figura noutros mini-tiranos que populam por aí…

Todos mostraram simpatia pela figura da onça, numa cruzada justa contra o homem civilizado, só divergimos no facto de ela ter ganho ou não essa luta… O mais optimistas dizem que sim, os mais pessimistas dizem que não, mas o que é certo e que todos a queriam ver como vencedora. E por isso achei por bem chamar a este post "Amigos da Onça"...

No final nos ouvidos de todos, ficou a ecoar a frase: “…os colonos devastavam a floresta construindo a obra-prima do homem civilizado: o deserto.”

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Sepulveda Charmed




Assim passámos mais um serão em Portucalis...novos e velhos... que ainda adoram ler e falar de romances de amor! O livro de Abril será bem mais duro "O Deus das Moscas" de William Golding"...uma introdução à anatomia do mal antes que o M2 nos ponha a ler "As Benevolentes".